Saturday, March 16, 2013

A primeira vez no carro - blogueira convidada Chica

Hoje veio nos visitar a Chica, lá do Sul do Brasil. A maior loucura dela é colecionar blogs. Ela é responsavel  por nada menos que DOZE blogs. Merece ou não o troféu blogueira maluca do ano?
Com esses blogs todos, ela ainda arruma tempo para ser uma pessoa super carinhosa e fofa, que tem sempre uma palavra amiga para a turma da blogsfera.
Com vocês,a minha amiga  Chica:


Vou contar um pouco de minha infância e o quanto eu era feliz e não sabia. E assim, com ela, uma PRIMEIRA VEZ QUE NÃO ROLOU...
 Viajando de carro, com minha família, na serra fluminense, eu e minhas irmãs  no banco de trás.
Eu passava mal e o tempo todo e era aquele auê.
 O carro, uma fubica que se negava a subir a serra.
 Parecia que  tínhamos que fazer movimentos de impulso, para  ajudá-lo a subir a serra.
Bem, até aí ,tudo calmo, não?
O pior estava por vir.
 De repente disse:
 -" Piciso fazê cocô, pala o calo, papai!"
 O pai, já aturdido com o carro, mais o aroma dos enjoos da minha irmã pequena diz, "delicadamente":
 -  Isso é hora de  inventar de .....?
 Falou ou pensou alto, todos os nomes que sabia nas duas línguas que dominava: português e alemão.
Dei outro aviso:
-"Pala logu papai, num vai dá!"
 E o pai retrucava:
-Já vamos chegar num posto!
Ele sabia que se parasse naquela subida, nunca mais a danada da fubica do carro pegaria.
Nessa hora, minha mãe lembrou-se de um potinho velho, dos pequenos, de margarina, que andava solto pelo carro.
 Entregou-me rapidamente, mas, de repente, olhei bem para ele e na certa, calculei o tamanho de minha dor de barriga e então disse:
 "- Esse num vai dá, NÃO CABE!"
 Naquela hora, aquele pote, mesmo se fosse grande, já não mais era preciso! Tudo já havia acontecido! E sem o pote, isso foi o piorr!!!
Viagens maravilhosas e inesquecíveis!
E enquanto as vivenciávamos, nem sabíamos o quanto nos marcariam...
Por isso,  digo hoje:
- Não podemos  esquecer de viver cada minuto e registrar, de uma ou outra forma, tudo que acontece. Vale a pena relembrar!
São risadas garantidas no futuro!

7 comments:

  1. Obrigada,gurias por me trazer pra essa gaiola.rs... E como podem ver, já chegue fazendo o que?.......,rs

    beijos,tudo de bom,uma honra estar aqui! chica

    ReplyDelete
    Replies
    1. O prazer de recebê-la é todo nosso!!! bjokssss

      Delete
  2. Chica do céu! KKKKKKKKKKKKKKKK
    Pensei logo na reação do teu pai! KKKKKKKKKKK
    Tu tinha qnts anos, mulher? Nada como a infância, né? Ow tempo bom!

    Beijão!
    Rebeca
    xoxo

    ReplyDelete
  3. Oh, meu D'uz. Não é pra esquecer msm... imagina a cara do pai! kkkkkkkkk
    Boa história, Chica!

    ReplyDelete
  4. EU ia fazer um trocadilho, mas como não tenho intimidade com a moça convidada, vou me abster rsss

    Kisu!

    ReplyDelete
  5. kkkkkk... tadinha! Imagina a vergonha dela!

    ReplyDelete
  6. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAH
    Meu Deusssssssssssssss!!!!!!!!!! Eu fiquei imaginando o cheirão de M... no carro!!! hahahahahahah
    E gostei do cálculo "- Esse num vai dá, NÃO CABE!"... kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Uma criança com noção de dimensões que muitos adultos ainda não desenvolveram! hahahahahahaha

    ReplyDelete