Thursday, March 14, 2013

A coincidência da gaiola

Ontem eu estava no shopping, vagando em uma livraria, quando vi esse livro:


Achei a capa bonitinha e abri. Por (incrível) coincidência... o texto era esse, falando da gaiola:

Uma gaiola foi em busca de um pássaro

Certa manhã, uma gaiola acordou e percebeu que, por distração, deixara a porta aberta e o pintassilgo que vivia nela tinha desaparecido. A gaiola sentia um vazio enorme em suas entranhas, e a solidão a entristeceu. Sentia saudade do canto do passarinho.

Na manhã seguinte, ao ver que aquele mal-agradecido não voltava, começou a se mexer para distribuir as sementes e migalhas de pão duro que havia em seu interior e, assim, espalhar o cheiro de comida.

A primeira a chegar foi uma grande gaivota. Ela começou a espiar o chão da gaiola cheio de comida espalhada. A gaiola, ao ver aquele pássaro desagradável, abriu e fechou a porta bruscamente, dando dois safanões na gaivota e espantando-a.

Logo depois apareceu um periquito, que desprezou o alimento porque preferia pão macio.

Depois foi a vez de um pardal. O passarinho entrou na gaiola e, quando a porta se fechou e ele percebeu que estava preso, começou a piar lastimosamente. A gaiola abriu a porta para deixá-lo escapar, pois se lembrou de que os pardais morrem de tristeza ao se verem privados da liberdade.

O pardal, agradecido, fez um acordo com a gaiola: viria todos os dias, junto com os amigos, para lhe fazer companhia, e se refugiaria nela nos dias de chuva.

A gaiola nunca mais ficou sozinha e descobriu que o amor consiste em respeitar a liberdade dos demais.


17 comments:

  1. bla/bla/bla! Ninguém sai dessa gaiola... nem adianta vir com cantadinhas sutis. Voce assinou um contrato vitalício.
    "teje presa na gaiola!!"

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hahhahaha po... num colou não é?
      Eu não saio da gaiola nunca! Posso até dar uma olhadinha pela janelinha do alpiste, mas sempre dentro dela! hahahaha

      Delete
  2. Esquece menina, da gaiola vc não sai mais!

    ReplyDelete
  3. Nem tenta voar, porq mesmo que a portinha da gaiola fique aberta, tem uma correntinha nos seus pés... A gente colocou la enquanto você dormia.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pessoas que agem na calada da noite.... medo! Melhor ficar aqui mesmo..

      Delete
  4. Ta presa eternamente!

    Vote no Vidinha Minha como blog destaque, sua participação será muito importarnte.
    http://fashionebella.blogspot.com.br/2013/02/votacao-meu-blog-e-estaque.html


    Obrigadaaa *-*
    bjs
    http://blogvidinhaminha.blogspot.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Voto não, que deselegante ficar pedindo voto...

      Delete
  5. Essa história me lembrou um texto que tinha no meu livro da quinta série: "A menina e o pássaro encantado". Foi a primeira estória que me emocionou em toda a minha vida. Por acaso a achei aqui na internet, um pouco diferente do que era no livro, mas ainda bonita: http://mensagensepoemas.uol.com.br/fabulas/a-menina-e-o-passaro-encantado-2.html

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu comprei esse livro pras minhas filhas - quando eram petites, lindoooooooooooh!

      Delete
    2. Como eu quase não leio livro... num li esse também... (eu só roubo textos na livraria...hehehehe)

      Delete
  6. Ownnn que fofo, parece essa gaiola... mas só que de loucas rs

    Kisu!

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahahaha loucas e perigosas! Ce viu ai em cima as ameaças né? afff

      Delete
  7. Um achado.

    Será que foi uma mensagem subliminar?

    Liberdade sempre. Com equilíbrio, claro!

    Beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim!!! rs
      Na verdade essa gaiola é a nossa Gaiola!
      Onde os leitores podem ir e vir, com a liberdade de participar com a gente das nossas festinhas literárias bloguísticas (eita ein!!!)... rs
      bjoksss

      Delete