Friday, April 19, 2013

Eu sempre tive o cabelo enorme. Aos 6 anos, quando eu entrei na escola, minha mãe resolveu cortar as pontinhas do meu cabelo e eu, chateada com isso, abaixei a cabeça bem na hora em que a tesoura cortou, fazendo a pontinha cortada medir uns 25 cm! Ganhei de presente um cabelinho cortado na  altura da orelha, que eu amava, e jurava que me deixava parecida com a Patrine*. 
Estão vendo algum cabelo aqui? Nem eu, mas 20 anos atrás, eu jurava
que meu chanel me fazia parecer com ela!
Depois disso, meu cabelo cresceu e cresceu e cresceu e cresceu. Sempre foi grande, compridíssimo. Eu era praticamente o primo Id! 
Prazer, sou a estagiária inominada!
Com o tempo, meu cabelo deixou de ser liso, mas eu não percebi por muitos anos. Como eu achava que meu cabelo era liso, e minha mãe dizia que para o cabelo ficar sedoso era necessário dar pelo menos 100 escovadas nele por dia, ele ficava mais ou menos parecido com uma vassoura, só que menos arrumado. Imaginem um cabelo que desce até os quadris, penteado seco. Era como o cabelo da Anne Hathaway em "O diário da princesa", só que castanho escuro e três vezes mais comprido. 

No ensino médio me ensinaram que cabelo cacheado não podia ser penteado, e eu aprendi! Mas daí  passei mais uns 6 anos sem permitir que se cortasse mais que 1cm do cabelo em cada vez por ano que eu ia ao salão. As pessoas ainda me incentivavam nessa loucura, dizendo que meu cabelo era lindo e que eu jamais deveria cortá-lo. Em 2009 ele era tão comprido que fiz uma escova e ele ficou batendo na coxa! (Eccaaaaa!!!)

Até teve um dia, no trabalho, uma advogada (bendita seja essa alma caridosa!) me jogou uma indireta: "Seu cabelo é tão bonito... Eu gosto de cabelo comprido, mas eu não uso porque não fica bem em mim: às vezes o cabelo fica bonito, mas a gente fica feia com ele..." Eu nem me toquei que era uma indireta, e continuei com meu cabelão nojento.

Até o dia em que eu vi umas fotos do meu cabelo num churrasco que participei. Achei muito feio. Achei que estava me engordando e tampando meu rosto e trazendo tudo mais de ruim que cabelo em excesso causa na imagem de uma mulher. 
Cabelo de vassoura, cara de meme.
Achei tão feio, que fui parar no salão na mesma semana com a instrução: "Corte como quiser". Foi a glória para minha cabeleireira, que era revoltada de nunca poder cortar mais que um dedinho do cabelo.

Ela foi cortando timidamente, começando pelas pontas e eu a avisei: "tou falando sério, pode cortar como quiser!". Ela fez como os cabeleireiros dos programas de TV, e cortou tudo à altura do ombro, pra depois começar a repicar. Me arrependi na hora!

Mas confesso que depois valeu a pena. Nunca recebi tantos elogios como após aquele corte de cabelo! Ficou assim:
Vou levar uma bronca por publicar essa foto...
Desde então, de tempos em tempos volto lá pra ela refazer esse corte, mas quem disse que ela corta assim de novo????? Sempre corta muito mais que isso e sempre diz que é porque eu não ia gostar se ela cortasse desse jeito. Eu fico brava, choro, reclamo... mas eu sou santinha-cagona e sempre volto lá pra ela cortar muito de novo!

Há duas semanas eu refiz o corte que me deixa careca.

Por isso esse post. Ainda estou brava. Sei que vocês vão preferir ver uma foto, mas no momento em que escrevo esse post meu cabelo está tão tão tão tão bagunçado que sou incapaz de registrá-lo com uma câmera! 

Feliz sexta feira pra vocês!!!

*Ahá!!!! Ninguém lembrava quem é Patrine, né?

9 comments:

  1. Eu tinha uma amiga de infância que tinha os cabelos como os seus. Eu era doida pra ter um cabelo cacheado porque achava LINDO... e eu japa, tinha ese cabelão preto, liso e escorrido... Hj é a maravilha de todos, mas conforme eu fui crescendo, a genética da minha mãe começou a gritar (ela é japa de cabelo cacheado) e depois de um tempo meu cabelo começou a ficar igual ao dela auhauahua agora eu tenho meio cabelo liso e meio cacheado ... bizarro

    Kisu!

    ReplyDelete
  2. Irmã da EstagiáriaApril 19, 2013 at 3:10 PM

    "Eu fico brava, choro, reclamo... mas eu sou santinha-cagona e sempre volto lá pra ela cortar muito de novo!"
    Então não fica enchendo o ouvido da gente com aquele chororô quando cortar o cabelo, ô garrafinha xarope!

    ReplyDelete
    Replies
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkk a estagiária tem uma irmã kkkkkkkkkkkkkkkkk
      seja bem vinda!

      Delete
    2. Irma da santinha cagona é o quê??? hahaha
      Seja bem vinda!

      Delete
  3. Cabelo de cachinho, own... muito lindo seu cabelo cacheado! Adorei o corte nos ombros. Lindona!

    ReplyDelete
  4. POUUUTZZZZ!!!
    Vou cortar meu cabelo... >=(
    Só porque eu estava firme e forte deixando minha juba crescer... e em alguns momentos eu acho que tá uma merda, mas logo depois vejo de outro ângulo e acho fabuloso... Noivorido já deu umas indiretas que eu faço questão de não levar a sério... enfim... vou cortá-lo! hunfff... culpa sua!

    ReplyDelete
  5. No começo do mês eu fui à cabeleireira e pedi que cortasse acima do ombro. Ela ficou temerosa e disse que ia tirar um palmo e que eu voltasse um mês depois se anda assim estivesse segura da minha decisão. Ela disse que é comum as pessoas estranharem a mudança drástica no visual e se arrependerem depois!

    ReplyDelete
    Replies
    1. A minha nunca pensa assim, ela sempre acha melhor cortar muito mais do que eu peço... hunfs!

      Delete
  6. Nossa de cortar cabelão em curtinho eu entendo bem e de se arrepender, mais ainda, mas... eu continuo sem saber quem é a Patrine. =/

    ReplyDelete