Monday, April 8, 2013

Novos sabores

Num desses domingos mornos e preguiçosos atrás, Coelho Branco resolveu que iria fazer almoço. Tudo
Queijo coalho (ou picolé de mineiro)
bem, nada contra. De certo seria carne assada e arroz com queijo - tipo assim... como sempre! - mas a platéia infanto-juvenil aprova e agradece. Só que o az na cozinha esqueceu de tirar a carne pra descongelar. O mundo não é perfeito, carnes precisam ser retiradas antes do freezer. Todos comigo: ooooooooooh! Mas o que vale é a boa vontade. Solução: ele candidamente grita:
_ Electra, vamos comer fora! 
(hip hip hurra!!!)
Essa é a parte do almoço de domingo que mais me agrada. Nada contra a carne+arroz+queijo. Nada mesmo! As crias saltitam e pedem: comida italiana, comida chinesa, macdroga!
Electra decreta vocês vão provar algo novo hoje: 
AMO muito TUDO isso!
_ Comida nordestina, que hoje quero matar saudades de carne de sol! E também... sentir um pouco do gostinho de Recife dos meus 15 anos... oxente! Na hora não saiu o oxente, mas fica aqui pra enfatizar a fomeeeeeeeee, a vontade e a saudades da comida nordestina.
Rebelião e reclamações durante todooooooooooo caminho, que por sorte não é longo. 
_ O que tem pra comer lá?
_ Calango. (teria mais graça se elas soubessem o que é calango, rs)
_ Fala sério! Que comida tem lá?
_ Ratão rabudo com cactus.
A troupe chegou no restaurante - lotado por sinal - e conseguiu mesa rapidamente. O segredo está no número quatro. Éramos quatro e toooooooooooooodos que estavam na fila precisavam de mesas maiores. Passamos na frente na boa, apesar das caras bravas. 
Menu escolhido sem nem pensar: carne de sol completa! Dúvida apenas se dá para quatro. 
_Claro que sim, respondeu o garçon. Um queijo coalho de aperitivo? 
_Manda, agora!
É manteiga de garrafa, ôxi!
Chegou o esperado (desejado e salivado) almoço: carne de sol (dos deuses), manteiga de garrafa, arroz (nem perdi tempo com isso), feijão de corda novinhoooooooooooooooo, paçoca de carne (ais), macacheira (mandioca, aipim...) e cheiro verde. Hummmmmm!!!! 
Nessas horas Electra agradece até pra Nosso Senhor Padim Cícero, de tão satisfeita. Melhor só se tivesse uma cartola (doce com queijo e banana, típico de Recife) de sobremesa. Não tinha. Pena... 
Claro que as crias fizeram caras-de-entojo pra tudo aquilo. Azar o delas. Nem te ligo, suas chatas! Coelho Branco comeu, comeu e no fim comentou...
_ Electra, você me achava um bronco não é?
_ Como?
_ A primeira vez que me levou num restaurante diferente (pra ele comida nordestina é di-fe-ren-te?) eu fiz a mesma cara das meninas. Era muito bronco! Pelo bem do relacionamento não discuti, só concordei, rs.
E, não é que é verdade? Ainda bem que o tempo passa, as pessoas, e alguns animais -como os coelhos - e suas papilas gustativas evoluem e aprendemos a degustar o novo. 
Electra anda pensando em levar as crias de nariz torto pra comer pato com tucupi, ou tacacá. 
Vai ser divertido fazer elas provarem novos sabores, kkkkkkkkkkk.



20 comments:

  1. "_ Ratão rabudo com cactus." - hahahahahahahahaha

    Adoro comidas "diferentes"... Se bem que comida nordestina nao eh "diferente", ne? Eh uma delicia!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pra um gaucho que só comia churrasco e/ou galeto com polenta e/ou comida italiana quando ia em restaurante... era super "diferente", rs.

      Delete
  2. Acho que todos devem saber que aqui no Rj tem um centro de tradições nordestinas. "Tradições" no seu sentido mais amplo. Tem músicas, temperos, artigos, comida típica e tudo mais que possamos imaginar. Toda vez que vou lá, eu me esbaldo!
    Muito bom mesmo!

    E esse post me lembrou que já faz algum tempo que não vou lá! hehe
    Já to pensando em comida "diferente" a essa hora da manhã...

    E não, seu marido não é um bronco por conhecer de tudo. Um beijo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Feira de São Cristóvão? Love it!!!

      Delete
  3. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Achei péssimo esse post. Faz tempo que sonho com uma carne do sol, purê de aipim, feijãozinho de corda para rebater e uma farofa de carne. Falta 1 mês inteirinho até eu chegar em Salvador e degustar isso e muito mais. O pior é que marido está no Brasil e fica me enviando fotos do oceano Atlântico e das comidas. Hai, ai! Engraçado esse parâmentro de comida diferente. Na minha casa, carne do sol com pirão de leite, por exemplo, era comida de enfermo e sério, curava tudo!!!
      Uma pergunta, pra que serve manteiga de garrafa nesse prato? Coloca por cima de tudo para ajudar na digestão :)? Nunca experimentei essa especiaria apesar de ser nordestina

      Delete
    2. Ah, Lorna... nunca comi carne de sol sem manteiga de garrafa, então... achava que era obrigatório, rs. Em Salvador não é?
      Pirão de leite... não conheço!

      Delete
  4. Isso me lembrou que tenho saudades OH WAIT de comida brasileira. Mesmo um arroz e feijão safado.

    Kisu!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Comida, o hábito cultural mais difícil de ser esquecido... tbm passava vontade quando morava fora.

      Delete
  5. Que raiva! Escrevi e a conexão caiu... enfim.. vamos lá de novo!!!

    Que engraçado você falando que foi comer uma coisa diferente...rs.. Esse virou meu dia a dia. Mas confesso que traumatizei e já torço o nariz pra carne de sol (porque eu como a marmita da obra e juro por Deuzeeee que é carne de solde calango de tão dura que é!!!) hehehehe
    Manteiga de garrafa fica maravilhosa na pipoca (preciso comprar!!!)
    O que eu não dispenso mesmo é um cuzcuz com ovo mexido e calabresa no café da manha... ai ai.. com eu quero ser magra....

    ReplyDelete
    Replies
    1. Amooooooooooooooo cuzcuz com ovo mexido acompanhado de milkshake de café... ai, agora quem ficou com vontade foi eu!

      Delete
  6. Droga!!! agora eu quero comer esse queijo coalho, porque eu so almocei salada e um pedacinho de carne!!! hunfff >:(

    ReplyDelete
  7. Esse post me deu fome de queijo coalho!

    ReplyDelete
  8. Amei o cardapio, mas sou suspeita sou paraibana. Tenha fé nas gurias elas um dia vão pedir carne-de-sol com feijão de corda.
    bjs
    Jussara

    ReplyDelete
  9. :-)

    que tudo esse post!
    E o coelho branco "desenbroncou"??

    :-)

    ReplyDelete
    Replies
    1. No seu atual estágio evolutivo come de sushi e sashimi até ceviche peruano. Tá bom, né?

      Delete
  10. Nussinhora. Eu AMO uma ''carne de sol completa''! Não tem coisa melhor q isso não! E olha q eu nunca morei no nordeste.. maaas, é uma das minhas comidas prediletas! Me deu água na boca aqui agora...

    ReplyDelete
    Replies
    1. E eu acabei de perceber (fui stalkear) que a dona do post parece que mora em brasólia.. caaara, cê já foi ao xique-xique? Pra mim, é o melhor! Td mundo prefere o Gibão, no parque.. pra mim, não tem nem comparação.. (mas super respeito quem prefere outros! kkkk)

      Delete
    2. KKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk - o evento foi no xique-xique, é o meu preferido!

      Delete